Sono ruim? Saiba porque a falta de rotina na quarentena afeta seu sono

Saiba o que fazer para equilibrar mente e corpo em tempos de quarentena e como melhorar sua qualidade de sono

Victorya Nascimento Batista*

Sob supervisão de Filipe Vasconcelos

31 de agosto de 2020

Saiba como pequenas práticas no dia a dia podem melhorar sua qualidade de sono

O distanciamento social, por conta da Covid-19, deixou as noites de sono de muitas pessoas agitadas. A medida que o tempo foi passando, quem está praticando o distanciamento social ajudou a diminuir a contaminação pelo novo coronavírus, mas ao mesmo tempo teve que encontrar novas formas de preencher nossa rotina dentro de casa.

 

Assim, a ansiedade tomou conta de muitas pessoas, que junto a isso também tiveram que viver o estresse de uma convivência forçada com familiares ou até mesmo a tensão por estar sozinho, transformando as noites de sono em verdadeiros pesadelos.

 

A falta de uma rotina equilibrada deu lugar a dias ociosos e sem muitas expectativas. Alguns souberam contornar isso, acrescentando atividades que até então se julgavam desprovidos do saber. Mas, e para aqueles que durante esse meio tempo não encontram um novo hobbie, não viraram influencers digitais ou sequer puderam fazer o “santo” home office?

 

Para essa parcela, sobrou apenas a ansiedade de noites mal dormidas e a fadiga de dias intermináveis.

 

De acordo com uma publicação feita pela revista GALILEU, dados disponibilizados pelo Google mostram que em abril o termo “insônia” foi um dos mais buscados dentro da plataforma, em sua maioria relacionado a quarentena junto a pesquisa de remédios para insônia que  aumentou cerca 130% no mês anterior.

 

Mas o que fazer para passar por isso sem a dependência de medicamentos?

 

 

Ao inserir esses pequenos hábitos a sua rotina, você pode ajudar a melhorar suas noites de sono:

Não durma muito tarde

Nosso “reloginho biológico” sabe qual é a hora certa de dormir e de acordar.

 

A liberação da melatonina, hormônio que regula o sono, anda em sincronia com a luz do sol. Por isso, dormir durante o dia pode desregular a liberação desse hormônio, piorando ainda mais a condição do nosso sono. Outra dica é evitar o uso de celulares ou outros dispositivos, pelo menos duas horas antes de ir para a cama, pois eles liberam a famosa “luz azul” que atua basicamente como o sol para os nossos olhos.

Faça atividades físicas

Praticar atividades físicas, até mesmo dentro de casa, ajuda a liberar energia e deixa nosso sono menos agitado a noite. Atividades como a yoga, por exemplo, podem ajudar principalmente a acalmar o corpo e a mente agitada.

Uma boa alimentação é importante

Uma alimentação saudável contribui muito para uma boa qualidade de vida. Evitar alimentos cheios de sódio, açúcar e ultraprocessados é uma boa maneira de começar a organizar uma boa alimentação no seu dia a dia.

Fique atento

A insônia não oferece um risco à saúde por sozinha, mas a longo prazo pode acabar causando ansiedade, irritabilidade e em casos mais sérios até depressão.

Por isso, esteja atento e procure um médico se a insônia persistir por muito tempo.