Quem treina a mente e o corpo?

Buscamos entender o que tem em nossas mentes e um corpo saudável através de diferentes treinamentos, mas quem é que está treinando? A mente, o corpo ou alguém está por trás deles?

“Penso, logo existo” – Acho que a maioria das pessoas já deve ter ouvido essa frase, do filósofo francês René Descartes, não é?

Hugo Curti

17 de setembro de 2020

Vamos olhar para ela verdadeiramente:

 

Penso – Se penso, estou antes do pensamento, certo?  

Parece óbvio, eu sei, mas precisamos deixar esse fato muito claro em nossas mentes: para realizar qualquer atividade, seja em pensamento ou em ação física, você primeiro precisa existir! Sim, você mesmo está por trás da mente e do corpo.

 

Lembra da coluna passada, “Quem manda em quem?”, em que vimos que o corpo é uma expressão do que há na mente?

 

Pois é, o conteúdo da sua mente fica ilustrado no seu corpo, mas quem coloca o pensamento na sua mente? Isso mesmo, você é que vem antes do pensamento.

 

Profundo, né? Mas dá pra deixar simples…

Faça o seguinte exercício comigo: pense em um cachorro.  

Pensou? Show! Agora pense que esse cachorro está no deserto sozinho e, depois de correr muito, ele encontrou uma bolinha verde e passou a brincar com a bolinha por muitas horas, debaixo do sol extremamente escaldante, mas quando percebeu já estava com muita sede, cansado e completamente perdido. Então decidiu deixar a bolinha de lado e passou a procurar água desesperadamente. 

 

Esse cachorro tinha uma cor ou mais de uma? Tinha um tamanho específico? 

Dá até pra saber o que o cachorro sentiu, né?

 

Você sabe exatamente tudo o que pensou de acordo com a forma que você quis dar experiência para essa história.

 

Agora me conta: você virou o cachorro? Talvez você até tenha sentido algumas coisas imaginando essa história, como dó ou medo, mas isso é só porque a gente se identifica com os nossos pensamentos sem ser os próprios pensamentos.

 

Dá pra perceber que ficamos pensando em coisas o dia todo, lidando com as consequências desses pensamentos e não com os fatos que estão acontecendo realmente? 

 

Uma boa notícia: se você não se torna o que você pensa, você não é os seus pensamentos!

 

Outra boa notícia: se você não é seus pensamentos, você é quem está antes deles!

 

Quer terceira boa notícia? Você é livre para colocar o pensamento que quiser na sua mente e usar seu corpo para expressar essa liberdade.

 

Talvez agora faça sentido tantas frases motivacionais, como: “se você acredita, você consegue”; “tudo que a mente pode conceber o corpo pode realizar”;

 

Frases que não funcionaram até hoje, pois o que acontece é: “pense que você consegue e você conseguirá”, mas no fundo da sua mente uma certeza de que: “vixi, eu sei que não vai rolar”.

É sobre esse pensamento quietinho, que fica escondido e que dita nossas expressões, nossos resultados em treinos, sucesso em seguir planejamentos, orientações e feedbacks.

 

Essa semana, eu te convido para observar o que fica passando na sua mente, de uma maneira bem discreta, mas que você sabe que traz grandes consequências para seus dias e para o que você sente.

 

Exemplo: alguém te chamou pra um café e logo de primeira vem alguns pensamentos: pode vir um alívio de que finalmente essa pessoa lembrou que tinha que conversar com você, um medo de não saber como conciliar com outros compromissos, uma ideia de aceitar só por educação ou qualquer outra coisa.

 

Independente da sua resposta ser sim ou não para o café, observe o que passa na sua mente e que você decide guardar só para você.

Se notar alguma coisa pode me mandar uma mensagem, tá?

 

Bom treino e lembre-se: você é livre e não é o que você pensa ser.